FLÓRIDA: Empresa atrasa terraplanagem do terreno e casas populares ainda não foram iniciadas

Na primeira semana de setembro, em solenidade na Secretaria Municipal de Educação foi assinada a Ordem de Início de Serviço (OIS) para as obras de construção de 101 casas populares em Flórida Paulista. A ordem de serviço foi assinada pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) órgão ligado a Secretaria de Habitação do Governo do Estado.

Já no mês de outubro a empresa contratada pelo Governo do Estado, que venceu o processo licitatório – a Leman Construções e Comércio S.A. da capital paulista -, protocolou oficio na Prefeitura Municipal de Flórida Paulista notificando o prefeito Wilson Fróio Júnior requerendo o alvará da construção no loteamento de área total de 43.939,00 m² localizado no início da estrada para o bairro Santa Lina.

Imediatamente foi montado o canteiro de obras e iniciada a preparação do terreno para começar a construção das unidades habitacionais.

Porém de acordo com informações, a empresa solicitou estudos sobre o terreno e depois parou os serviços de terraplanagem.

Após receber denúncias de moradores próximos que o terreno está tomado pelo mato, nossa reportagem esteve no local, onde se encontra apenas a placa da obra. Já o canteiro de obras estava fechado com cadeado e o terreno com matagal.

Nossa reportagem esteve conversando com o prefeito Wilson Fróio Júnior que afirmou que está mantendo com frequência contato com o engenheiro regional da CDHU e informou que a empresa foi notificada para que retome a obra.

“Fomos informados pela CDHU que a empresa esteve reunida esta semana em Prudente e garantiu que nos próximos dias retomam as obras. Por sua vez a CDHU exigiu que a empresa recupere o tempo de atraso dentro do prazo de 60 dias podendo ser multada caso isso não ocorra”, informou o prefeito.

O novo conjunto habita-cional será construído em parceria entre a Prefeitura Municipal de Flórida Paulista que doou o terreno e o Governo do Estado com investimento previsto de R$ 7,6 milhões.

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional
MAIS NOTICIAS
Carregue mais