Polícia Ambiental multa homem em R$ 11 mil e desmantela possível grupo de traficantes de animais

Um homem, de 33 anos, foi multado em R$ 11 mil por manter aves em cativeiro sem autorização do órgão ambiental competente. O crime contra o meio ambiente foi registrado no Jardim dos Pássaros, em Junqueirópolis, nesta sexta-feira (1º).

Conforme explicou a Polícia Militar Ambiental, foi feita uma denúncia à corporação, que apresentava onde o indivíduo morava. “Inclusive, ele divulgava no Facebook o endereço para que os possíveis compradores pudessem ir ver os animais”, contou.

Existiam, ainda, filmagens do homem comercializando os animais.

Quando chegou à residência indicada na denúncia e nas postagens, a polícia constatou a presença de 22 pássaros nativos, que eram mantidos irregularmente em cativeiro, sem anilha e sem registro.

Foram apreendidas aves das espécies bigodinho, canário da terra verdadeiro, pintassilgo de cabeça e trinca ferro, bem como 12 gaiolas e quatro gaiolas de transporte.

Em seguida, os policiais seguiram até o Parque Estadual do Rio do Peixe, onde foi realizada a soltura dos animais.

Tráfico de animais

A PM Ambiental ressaltou que “não foi uma simples apreensão de pássaros em cativeiro”, mas sim “o desmantelamento de uma possível quadrilha de traficantes de animal silvestre”.

Conforme explicou a polícia, a manutenção em cativeiro dos pássaros não ocorria somente para hobby. “Ficou configurado que ele é participante do tráfico de animais silvestres através da página dele próprio no Facebook, a divulgação dele mesmo”, contou.

REPORTAGEM: G1 Presidente Prudente – FOTOS: Polícia Ambiental

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional