REGIÃO: Convenção coletiva garante ganho real aos comerciários com reajuste de 4,28% - Folha Regional
Connect with us

Cidades

REGIÃO: Convenção coletiva garante ganho real aos comerciários com reajuste de 4,28%

Publicado

em

 

 

A Convenção Coletiva de Trabalho assinada entre o Sindicato dos Comerciários de Tupã e Região (Sincomerciários) e os representantes das empresas garantiu um reajuste de 4,28% aos trabalhadores do comércio, o que representa ganho real de 1% sobre a inflação, mesmo que o cenário econômico nacional não ofereça boas condições de negociação.

 “Compreendemos as dificuldades por que passam as empresas, por isso tivemos muito cuidado ao conduzir este processo”, recordou o presidente do Sincomerciários, Amauri Mortágua. “Mesmo em um período em que a maior parte dos trabalhadores brasileiros não tem nenhum reajuste, o Sincomerciários conseguiu negociar um acordo altamente positivo para os empregados no comércio”, destacou.

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/62141456_467524020719961_6347107411672694784_o.jpg?_nc_cat=104&_nc_oc=AQl1bpGP11a12msfqzxGZqPkeji9_sRjqxCAQaip2ietBYyb3btTV4DA3MOWo7fEtY54UPinkn2INexPHt02qrwO&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=01427a2107a6410d1ef0323869fdb10f&oe=5E3AE854
 “O reajuste vigora desde 1º de setembro e incide sobre todas as verbas que compõem a remuneração do comerciário”, detalhou Mortágua. “Caso não tenha constado na folha de setembro, porque a Convenção foi assinada no final do mês, deverá ser incorporado a partir da folha de pagamento de outubro de 2019 e as diferenças relativas ao mês de setembro devem ser pagas, de uma só vez, na folha de pagamento de outubro”, acrescentou o líder sindical.

Para passar mais informações sobre a Convenção Coletiva de Trabalho, o Sindicato editou e está distribuindo um informativo que traz os principais pontos do acordo firmado junto aos representantes do comércio. A íntegra do documento pode ser encontrada também no site da entidade (www.sincomerciariostupa.org.br).

Na foto, Amauri Mortágua assina o acordo com os representantes das empresas.

 

Reportagem/Foto: Paulo Nakayama

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas