IRAPURU: Mãe de preso é flagrada com celular nas partes íntimas ao tentar entrar na penitenciária

A mãe de um sentenciado foi flagrada com um micro aparelho celular inserido no órgão genital, o que foi descoberto durante passagem pelo scanner corporal.

Logo após, a mulher se dirigiu até o banheiro feminino acompanhada por duas agentes de segurança e tentou retirar o invólucro, porém, não obteve êxito e precisou ser encaminhada à Santa Casa, devidamente escoltada pela Polícia Militar. Com auxílio médico, conseguiu retirar o invólucro do órgão genital.

Ao retornar para a unidade o objeto foi aberto, momento em que ficou confirmado que em seu interior havia um micro aparelho celular, sem chip e sem bateria.  Poucas horas depois a companheira de outro sentenciado foi flagrada dos mesmos moldes com um micro aparelho celular inserido na genitália, o qual foi retirado por ela mesma no banheiro da unidade.

Diante dos fatos, os materiais foram apreendidos, a autoridade policial comunicada e consequentemente, as visitantes encaminhadas à Delegacia de Polícia Local para prestar esclarecimentos.

Os sentenciados envolvidos foram conduzidos preventivamente ao pavilhão disciplinar, bem como sendo instaurado um procedimento disciplinar e apuração preliminar para apuração dos fatos.

https://www.ifolharegional.com.br/anuncios/www/images/0f3282396ec5277d490d9cb0da940b8f.jpg

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional