Assalto em Viracopos tem dois reféns, três mortos e três baleados, diz PM

 

 

Um assalto ocorrido na manhã de hoje (17) no aeroporto internacional de Viracopos, em Campinas (SP), deixou, segundo a PM (Polícia Militar), até o início da tarde, três suspeitos mortos, dois vigilantes baleados, um policial baleado, além de duas pessoas feitas de refém por cerca de duas horas: uma mulher e uma criança de 10 meses —elas foram liberadas sem ferimentos.

Ao todo, a quadrilha tinha cerca de 12 criminosos. Outros nove são procurados. Eles interceptaram, no pátio interno do terminal de cargas do aeroporto, um contêiner que carregava malotes de dinheiro e que iria ser levado para um avião da transportadora UPS. Não se sabe o valor, mas parte do dinheiro já foi encontrada pelos policiais em um caminhão de lixo. As polícias Civil e Federal fazem a investigação e Polícia Militar atua na parte ostensiva.

No aeroporto, houve intenso tiroteio. Dois vigilantes foram baleados, sendo um na orelha e outro na perna. Na fuga, três viaturas da GCM (Guarda Civil Metropolitana) de Campinas e uma da PM foram alvejadas. Durante a perseguição, os criminosos incendiaram duas carretas para fechar os dois sentidos da rodovia Santos Dumont na altura do km 68. Um terceiro veículo foi posicionado para interditar uma pista marginal paralela, que dá acesso a um bairro próximo ao aeroporto.

https://media.giphy.com/media/LRIcjoG8e4YeKJwSHe/giphy.gif
Para chegar até o local, os criminosos utilizaram, pelo menos, dois carros no perímetro do aeroporto. Os outros dois estavam mais afastados, para auxiliar na fuga, segundo as primeiras informações. Os carros que estavam no perímetro do roubo estavam clonados, com adesivos da Aeronáutica.

Os criminosos teriam rendido uma viatura da Polícia Civil e uma equipe da GCM (Guarda Civil Metropolitana) e utilizavam, pelo menos quatro carros: Tiguan preto, Tucson preto, Amarok branco e Cruze branco.

O assalto fez com que o Aeroporto de Viracopos ficasse fechado para pouso e decolagem por 20 minutos. A situação já foi normalizada.

Por meio de nota, a Aeroportos Brasil Viracopos S.A informou que o assalto ocorreu por volta das 9h50. “A quadrilha acessou o Terminal de Carga pelo portão E24, usando duas caminhonetes semelhantes a veículos da Aeronáutica. Esses veículos tiveram os pneus dilacerados na entrada do portão, mesmo assim, seguiram até o pátio do Terminal de Carga e fizeram o assalto portando forte armamento”.

De acordo com a nota da concessionária, a quadrilha fugiu utilizando duas caminhonetes que aguardavam do lado de fora. “Mesmo não tendo ocorrido nenhuma ação no Terminal de Passageiros, foi necessário passar os passageiros que estavam embarcando por nova inspeção de Raio X por questões de segurança”, complementou.

 

Mãe e bebê reféns

Durante a fuga, um dos criminosos entrou na casa de uma família na rua Sócrates, em Campinas. Uma mulher e uma criança de 10 meses foram feitas refém. Armado, ele ligou para o 190, informou que estava com as reféns e pediu que a imprensa fosse ao local. Às 13h40, a criança que era feita refém junto à mãe foi libertada. A criança deixou a casa no colo de uma policial militar.

Logo após a saída dele, foram escutados barulhos de tiros. Uma equipe do Corpo de Bombeiros entrou no local com uma maca. Não havia informações sobre a mãe e feridos até 14h15.

A Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) e o Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) foram mobilizados para o local. Por volta das 14h30, o Gate informou que o criminoso foi morto após ser atingido por um tiro disparado por um sniper.

 

Fonte: uol.com.br

 

https://media.giphy.com/media/Zb5M2cI45VypLaCoGq/giphy.gif

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional