UniFAI e Vunesp aplicam provas do Vestibular de Medicina 2020 no último sábado, 30

 

 

O Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) realizou a edição 2020 do Vestibular de Medicina neste sábado, dia 30, no Câmpus II. No total, 100 vagas são destinadas para o próximo ano letivo.

Candidatos de outros estados do país estiveram presentes no processo seletivo, cuja aplicadora é a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp). Foi o caso de Maria Laura Albanesa, moradora da cidade de Londrina (PR).

“Três amigas que são de Londrina cursam Medicina na UniFAI. Elas me indicaram e  falaram que é uma boa instituição e, mesmo o curso sendo novo, é muito dedicada no que faz e procura sempre melhor atender aos alunos. Decidi por Medicina desde o 1º ano do Ensino Médio. Fiz dois anos de cursinho e pretendo ser aprovada”, diz.

Pela primeira vez em Adamantina, a candidata Marciely Morel, de Dourados (MS), conta o motivo da preferência pela UniFAI: “Foram as boas indicações dos amigos da minha mãe, que é médica, que me fizeram prestar a prova”.

O reitor, Prof. Dr. Paulo Sergio da Silva, comentou sobre a recepção dos candidatos e acompanhantes.

“Os pais estão admirados com a instituição. Eles têm falado muito da imagem positiva que a UniFAI tem, tanto nas aulas teóricas como o conjunto de estágios que temos em várias cidades. Eles conhecem muitos professores da USP que ministram aulas na instituição”, afirma.

O Prof. Paulo Sergio ressaltou a qualidade e infraestrutura do curso. “O bloco V será destinado a todos os cursos da área da saúde. Temos uma estrutura invejável, do ponto de vista de estágio e das aulas teóricas. Contamos com o Centro Integrado de Saúde (CIS), aumento da UTI, Laboratório de Simulação Realística e vários campos de estágio e internato. Acredito que temos a estrutura melhor possível para os nossos alunos”, finalizou.

O período de matrículas para o Vestibular de Medicina terá início em 07 de janeiro de 2020. Mais informações podem ser obtidas em unifai.com.br.

 

Por Priscila Caldeira/ Colaborou: Daniel Torres

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional