Connect with us

Manchetes

Mulher é autuada pela Polícia Ambiental em R$ 21 mil por maus-tratos de sete cachorros

Publicado

em

Ontem (20) em atendimento a denúncia de maus tratos a animais domésticos (cães), uma equipe da Polícia Militar Ambiental foi até a Rua Eugênio Francisco de Vasconcelos em Alfredo Marcondes, sendo que o local apresentava sinais de abandono com muito lixo no quintal da frente e lateral da casa.

Foi tentado contato com a proprietária, porém sem êxito.

Após obter informações sobre a localização da proprietária do imóvel, a equipe diligenciou ao endereço e em contato com a denunciada, relatou que possui sete cães de raça indefinida e que estava tentando fazer a doação dos animais, que até o momento não conseguiu e que não tem condições financeiras de cuidar dos animais.

Relatou ainda que a vigilância sanitária já compareceu ao local para tratar dos problemas de mau cheiro e ambiente insalubre.

A equipe retornou ao local juntamente com a envolvida que autorizou a entrada no quintal da casa, sendo constada a existência de sete cães de raças indefinidas apresentando sinais de magreza, lesões, secreções nos olhos, falta de higiene, fezes no quintal, sem alimentação e água. Em contato com o veterinário da Casa da Agricultura, o mesmo foi até o local e constatou a situação de maus tratos.

Diante ao exposto, foi confeccionado um Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 21.000,00 por praticar ato de maus tratos a animais domésticos, incorrendo no disposto do Artigo 29 da Resolução SMA 48/2014.

O veterinário do município irá realizar exames de sangue nos animais para saber se estão contaminados com Leishmaniose e Cinomose.

Assim que os resultados dos exames estiverem prontos, os cães serão encaminhados para uma ONG no município de Martinópolis.

A envolvida incorreu no crime ambiental

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas