Connect with us

Manchetes

Governo de SP liberta 1.166 presos em prevenção ao coronavírus

Publicado

em

A SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) de São Paulo declarou nesta segunda (30) que, desde o dia 20, recebeu ordens de soltura de 1.166 presos em todo o estado para prevenir o contágio pelo novo coronavírus (COVID-19).

De acordo com a pasta, só na última sexta (28), 61 detentos do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Tremembé foram beneficiados.

Segundo base de dados do Departamento Penitenciário Nacional, o sistema prisional brasileiro registra 74 casos suspeitos de COVID-19.

As ações seguem recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), que sugeriu que juízes em todo o país agissem para conter a possível propagação da COVID-19 nos presídios.

Algumas medidas são a antecipação de liberdades, concessão de prisão domiciliar para presos em regime aberto ou semiaberto e a proteção de detentos que se encaixassem no grupo de risco da doença.

O incentivo considera que o novo vírus não poderia ser contido no sistema prisional brasileiro, visto a “aglomeração de pessoas, a insalubridade dessas unidades, as dificuldades para garantir procedimentos mínimos de higiene e isolamento rápido dos indivíduos sintomáticos”, conforme diz a resolução.

Visitas e saídas temporárias também foram suspensas nos presídios paulistas. A decisão gerou rebeliões e fugas mais cedo neste mês. (CNN Brasil)

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas