Connect with us

Geral

A partir de terça-feira, cabeleireiros e barbeiros só atenderão a domicílio em Bauru

Publicado

em

Seguindo decisão estadual, o prefeito Clodoaldo Gazzetta decidiu recuar quanto à flexibilização do funcionamento dos salões de beleza, em Bauru, prevista em decreto publicado em 7 de abril. A partir da próxima terça-feira (14), depois que o chefe do Executivo municipal emitir uma nova regra, os cabeleireiros e barbeiros voltarão a atender só a domicílio.

Conforme o JC noticiou, o decreto de 7 de abril flexibilizou o funcionamento dos salões de beleza. Na quarta-feira (8), Gazzetta, contudo, foi questionado pela Procuradoria do Estado.

Isso porque o decreto municipal mais recente permitia que os profissionais da beleza atendessem em seus respectivos estabelecimentos, não mais apenas a domicílio. O texto previa, ainda, que os trabalhadores recebessem somente um cliente por sala e com hora marcada. Pela lei, se determinado salão abrigasse cinco profissionais, cada qual estava autorizado a cuidar de uma pessoa, desde que todos cumprissem o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os frequentadores.

O prefeito havia tomado tal decisão mais flexível após avaliar a situação junto à Vigilância Epidemiológica. Segundo ele, o órgão apontou que a medida garantiria menor risco do que o atendimento a domicílio.

Porém, após o questionamento da Procuradoria, Gazzetta resolveu levar a discussão ao governo estadual, que optou por seguir as determinações do Comitê de Combate ao Coronavírus do Estado de São Paulo.

A pasta impede a abertura de todo e qualquer serviço não essencial. “Paralelamente, o Ministério Público Estadual se manifestou pelo cumprimento da norma por parte de outras cidades que tomaram medidas semelhantes em relação aos mesmos estabelecimentos”, reforça.

MAIS 2 CASOS POSITIVOS

No final da tarde de ontem, o prefeito anunciou mais dois casos oficiais do novo coronavírus durante transmissão ao vivo pelas redes sociais. Ao todo, o município já contabiliza 11 confirmações da doença.

O boletim epidemiológico mostra, ainda, que a cidade tem outro óbito suspeito, chegando a 16 vítimas fatais em investigação. No último sábado (4), o município confirmou a primeira e única morte, até o momento, por Covid-19.

O número de pessoas com a suspeita da doença também cresceu: de 227 para 235. Os casos descartados, por sua vez, saltaram de 38 para 47.

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas