Connect with us

Cidades

Prudente avalia implantação de laboratório para diagnóstico de Covid-19

Publicado

em

A Prefeitura de Presidente Prudente, por meio da Secretaria Municipal de Relações Institucionais, avalia recursos para implantação de um laboratório para diagnóstico de Covid-19, no Centro de Laboratório Regional do IAL (Instituto Adolfo Lutz) de Presidente Prudente. Segundo o prefeito Nelson Roberto Bugalho (PSDB), com recursos avaliados em aproximadamente R$ 300 mil, poderá ser instalado um laboratório de amplificação automatizado, que poderá viabilizar o diagnóstico de até 96 testes por dia do novo coronavírus, para Prudente e região.

De acordo com a diretora técnica de saúde do IAL, Esperdina Silva de Paula Foltran, a unidade regional poderá realizar o procedimento desde que haja uma contrapartida do município. Hoje, o instituto tem instalada uma plataforma de diagnóstico para HIV e hepatites virais que, inclusive, é credenciada pelo Ministério da Saúde. No entanto, a pasta federal disponibilizou a abertura de metade desta plataforma, que seria a extração do RNA de vírus, porém, para realizar o processo final, que é a amplificação, o IAL não tem os equipamentos necessários. “Então, estamos tentando formalizar uma parceria entre o instituto e o município para que seja possível estruturar essa parte do laboratório. Com isso, a gente consegue agilizar o diagnóstico e dar uma resposta para a população”.

A diretora técnica acrescenta que hoje, pensando na pandemia de Covid-19, em um primeiro momento esse equipamento conseguiria responder de imediato o diagnóstico para o vírus, ou seja, atender a demanda que está reprimida no município e que é enviada para a sede, em São Paulo. Para se ter uma ideia, ela explica que um profissional, de forma manual, consegue extrair, em um período, de 20 a 24 amostras – ação limitada até por conta da metodologia que corre o risco de contaminação.

“Já o equipamento automatizado, neste mesmo período em que um profissional consegue obter de 20 a 24 amostras, conseguiria extrair 96, ou seja, captar o material genético do vírus para depois ser passado pelo processo do laboratório de amplificação. Então, a gente conseguiria, com essa abertura do equipamento do Ministério da Saúde, agilizar um diagnóstico para 96 testes por dia”, calcula a diretora.

 AUTORIZAÇÃO DO MINISTÉRIO DA SAÚDE

O Ministério da Saúde, inclusive, já deu autorização em forma de ofício entregue ao prefeito, para que utilize a plataforma que hoje é vinculada ao programa de doenças crônicas. “Porém, para viabilizar o envio de kit e a utilização, é preciso ter o laboratório de amplificação. Com toda a estrutura montada e recurso humano necessário, será possível obter o resultado de exames em 48 horas, a partir do momento em que a amostra entrar em laboratório”. Posteriormente, com a implantação da unidade de amplificação, será possível realizar também o diagnóstico de H1N1, meningites bacterianas, coqueluche e outros agravos que necessitem de demanda e reagente para que seja realizado pela metodologia de PCR, sigla inglesa para “Polymerase Chain Reaction”.

CONTRAPARTIDA DO MUNICÍPIO

Quanto à importância da aquisição, Bugalho lembra que o investimento serve para o momento atual, mas também para o futuro, pois o vírus vai fazer parte da realidade, assim como outros já existentes. “Então, nós ficaremos com essa possibilidade, de ter em caráter definitivo esses exames que detectam o Covid-19 e também outras doenças a qual dependemos de diagnóstico de São Paulo. Se houver a disponibilidade do equipamento no mercado, possivelmente, nós vamos fazer essa aquisição e promover um termo de cooperação com o IAL, que não só beneficiará Prudente, mas toda a região”.

O prefeito destaca ainda que a aquisição é importante para planejar o enfretamento ao Covid-19, pois os dados que o município apresenta hoje não representam a realidade e, com o recurso, “seria real ou pelo menos mais próximo da realidade”. “Então, esse recurso pode proporcionar um melhor planejamento para que se possa adotar medidas com base em dados mais próximos da realidade”, explica.

De acordo com Bugalho, na próxima semana, o IAL local irá repassar ao município o valor do equipamento e insumos, bem como o prazo de entrega, e, se assim adquiri-los, a utilização será concedida em comodato ao instituto. Porém, faz o apelo de doações para a compra do equipamento, que não atenderá somente Prudente, mas toda a região.

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas