Connect with us

Polícia

Dois homens morrem após trocar tiros com a Polícia Militar

Publicado

em

 

Dois homens, de 24 e 28 anos, morreram após trocar tiros com a Polícia Militar, em Martinópolis, na madrugada desta terça-feira (14). Na casa onde a dupla estava, a corporação apreendeu dois revolveres de calibre 38, um drone e 12 celulares. Um terceiro indivíduo foi preso em flagrante por associação criminosa.

De acordo com o delegado Arlindo Ribeiro Sales, os militares relataram que receberam denúncias de que em uma casa, na Vila Alegrete, havia a prática de crime organizado. Os policiais seguiram até o endereço indicado, onde foram recebidos a tiros. Os militares reagiram e dois homens foram atingidos.

Os indivíduos chegaram a ser levados para a Santa Casa local, mas não resistiram.

Na residência foram encontrados vários aparelhos celulares novos, ainda nas caixas, e um drone, que são indicativos da prática criminosa, ainda conforme Sales.

Além dos dois homens atingidos, outro rapaz de 22 anos estava na casa e foi preso em flagrante. Este terceiro era o responsável pela casa.

‘Algo sobre presídios’

Policiais da Força Tática patrulhavam por Martinpopolis, quando foram abordados por um morador. A pessoa informou à equipe que integrantes de uma facção criminosa estavam na cidade para praticar “algo em relação a presídios” e indicou três possíveis imóveis, de acordo com a PM.

Foi solicitado o apoio de mais equipes e os militares foram averiguar os endereços indicados.

Quando entraram na casa localizada na Vila Alegrete, os militares foram recebidos a tiros por um dos indivíduos. Em defesa, os agentes revidaram.

Conforme a PM relatou, na sequência, o segundo indivíduo apontou o revólver para os policiais. Houve uma tentativa de negociação para que ele abaixasse a arma de fogo, mas o homem não obedeceu aos militares e também acabou atingido.

Os dois mortos eram de São Paulo (SP) e um deles tinha passagem por roubo, segundo a polícia.

As armas de fogo utilizadas pelos indivíduos foram apreendidas. Elas estavam municiadas.

No local também foram localizados um drone e 12 celulares, sendo que dois desses aparelhos eram “mini”, modelo geralmente inserido em presídios, segundo contou a PM.

O terceiro indivíduo, morador em Martinópolis, foi preso em flagrante por associação criminosa. De acordo com a polícia, ele também tem passagem por roubo.

O fato, registrado na Polícia Civil como morte decorrente de oposição à intervenção policial e associação criminosa, deve ser investigado.

 

https://media.giphy.com/media/lp1731hVvevQOfllSZ/giphy.gif

 

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas