Connect with us

Cidades

Prefeitura tem 13 funcionários afastados para disputar as eleições

Publicado

em

Tendo em vista as eleições municipais que vão acontecer em primeiro turno no dia 15 de novembro e obedecendo à legislação eleitoral, funcionários municipais interessados em disputar os cargos de vereador, prefeito e vice deveriam se afastar dos cargos públicos até a sexta-feira passada (14).

Em Flórida Paulista, a portaria 141/2020, assinada pelo prefeito Wilson Fróio Júnior, concedeu o afastamento a 13 funcionários públicos municipais que devem participar do pleito eleitoral.

Manifestaram o interesse de afastamento para a disputa aos cargos eletivos o médico e ex-prefeito Dr. Max Grison; os ajudantes gerais Adinete Ramalho de Araújo, Wilson Martins e Dário Pereira Alves; o agente de endemias Felipe Gomide Miguel; os motoristas José Ricardo David de Oliveira, Osvaldo Ruiz Marques, João Batista Freschi e Sidnei Gazola (vereador da atual legislatura); o técnico em segurança do trabalho Tiago Ribeiro de Souza; os agentes comunitários de saúde Lindalva dos Santos e Roberto Fernando Martins dos Santos (vereador da atual legislatura); e o professor Sócrates Adalberto da Costa (vereador da atual legislatura).

O objetivo do afastamento é cumprir o calendário eleitoral, que determina o prazo de 90 dias antes do pleito para que os futuros candidatos deixem o cargo público, sem correr o risco de cair na lei de inelegibilidade. Porém todos os servidores afastados continuam recebendo os salários durante o período de afastamento, devendo retornar ao trabalho após as eleições.

 

https://i1.wp.com/media.giphy.com/media/Pk3EPUuEscY7KNVeQG/giphy.gif?w=740&ssl=1

Publicidade
Publicidade