Connect with us

Polícia

Polícia Civil prende homem que recebia drogas via serviço postal dos Correios

Publicado

em

A Polícia Civil, por intermédio das Unidades Especializadas (Delegacia de Investigações Gerais – DIG e Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes – DISE), prendeu nesta terça-feira (6), um homem de 27 anos, suspeito de tráfico de drogas em Dracena. A prisão aconteceu quando o suspeito foi retirar a encomenda na agência dos Correios, foram apreendidos três tijolos de maconha que totalizaram proximamente um quilo e meio de entorpecentes.

A ação foi deflagrada após a Polícia Civil receber informações que apontavam que o suspeito receberia drogas escondidas em correspondências enviadas via serviço postal dos Correios. Sendo então, desencadeando o acompanhamento da situação que possibilitou o flagrante no exato momento em que a encomenda contendo a droga era retirada numa agência dos Correios, que fica na região central de Dracena.

No momento da abordagem o suspeito demonstrou extremo nervosismo e alegou que dentro da embalagem, a qual estava totalmente lacrada, haveria uma peça automotiva de um veículo. Porém, os policiais civis desconfiaram daquela justificativa, visto que a referida peça seria de marca diferente ao do carro que o suspeito possui e, ele também não soube informar de onde havia comprado a suposta peça.

Diante disto foi solicitado ao homem, autorização para que a embalagem fosse aberta, tendo este anuído, na encomenda foi constatado que haviam três pacotes de erva mate verde, tipo tereré, uma caneca e um canudo, ocorre que dentro de cada pacote de erva mate, em meio produto havia um tijolo de maconha. A encomenda com droga, continha declaração de envio “kit premium tereré, um copo e uma cuia”, e teria sido postada na cidade de Campo Grande-MS.

O homem e a droga apreendida foram levados para sede das Unidades Especializadas, onde ele foi autuado flagrante pelo crime de tráfico de drogas, ficando à disposição da Justiça para realização de audiência de custodia. As investigações terão prosseguimento para identificar o responsável pela postagem da droga.


 

Publicidade

Mais Lidas