Connect with us

Polícia

Mulher é golpeada com faca nas costas após briga por causa de cavalo

Publicado

em

Uma tentativa de homicídio foi registrada em uma chácara localizada na zona rural de Presidente Prudente. A vítima, uma mulher de 39 anos, sofreu lesões causadas por faca; ela foi socorrida e já recebeu alta médica. Um rapaz de 20 anos, portador de problemas psiquiátricos, acabou preso. O fato foi nesta terça-feira (26).

Assim que a Polícia Militar chegou à propriedade rural ouviu “uma gritaria” e viu uma pessoa caída e ensanguentada no chão. Ainda observou um indivíduo com uma faca nas mãos, “em atitude típica de quem iria se entregar”.

Houve contato com o suspeito, que largou a arma e deitou no chão, bem alterado, dizendo “eu esfaqueei mesmo, eu esfaqueei mesmo”.

O suspeito foi contido e algemado. Não houve resistência.

Os policiais foram até a vítima e constatou que ela apresentava ferimentos nas costas, porém, estava consciente.

No local, foi apurado pela polícia que a vítima e o rapaz se desentenderam por conta de um cavalo. De acordo com a vítima, o suspeito queria maltratar o equino e ela interveio. O rapaz, em sua versão, contou que queria andar a cavalo e foi impedido pela vítima, motivo pelo qual começou um desentendimento.

Ambos disseram que a partir de então houve “troca de ofensas e empurra-empurra”.

A mãe do rapaz e convivente da vítima, que estava no local após ser acionada pela mulher e presenciou o fato, disse que ao chegar, o filho e a vítima começaram a relatar o desentendimento.

Neste momento, o suspeito se levantou e, sem nenhuma arma, ameaçou investir contra a vítima.

A vítima puxou da cintura uma faca, mas não chegou a usá-la, ficou apenas em posição de defesa. Contudo, a situação deixou o rapaz “muito irritado”. A mulher escondeu a convivente no banheiro, mas o jovem continuava a ofendê-la.

Em determinado momento, a vítima saiu do banheiro e disse para o rapaz que não tinha medo dele e para evitar mais atrito a mãe tentou segurar o filho, mas acabou caindo e batendo a cabeça. Em seguida percebeu que a vítima gritava e toda ensanguentada se deitou no chão com ferimentos nas costas provocados por um canivete.

A mãe do rapaz disse que o filho é comprovadamente portador de problemas psiquiátricos (esquizofrenia e transtornos devido ao uso de drogas), fator que já o deixou internado cerca de sete vezes.

A mulher ainda disse que há seis anos o rapaz vem sendo medicado, porém, nos últimos três meses não conseguiu ser internado para a devida consulta em razão da pandemia da Covid-19 e está sem medicação.

A mãe disse acreditar que a falta do uso de medicamentos pelo rapaz possa ter potencializado o episódio.

A vítima, caída ao solo, reclamava de dores e logo depois foi socorrida pela Unidade de Resgate. Ela foi levada ao Hospital Regional de Presidente Prudente, onde deu entrada no Pronto-socorro com seu quadro de saúde considerado estável.

“Após receber os cuidados da equipe médica e multiprofissional, obteve alta hospitalar da unidade”, informou o hospital.

A arma branca usada para praticar o crime foi apreendida e o rapaz permaneceu detido e à disposição da Justiça.

Publicidade
Publicidade

Mais Lidas